sábado, 31 de agosto de 2013

Firmeza de Eliziane Gama.


Por Gilberto Léda
A deputada estadual Eliziane Gama (PPS), “enquadrada” pela oposição por causa de sua pré-candidatura ao Governo do Estado, continua firme com o seu projeto de sucessão ao Palácio dos Leões, mesmo com as intimidações diárias de colegas da oposição na Assembleia Legislativa.
Ontem, logo após o almoço com os deputados Marcelo Tavares (PSB), Othelino Neto (PPS), Bira do Pindaré (PT), Cleide Coutinho (PSB) e Rubens Pereira Júnior (PCdoB), que defendem a “união” oposicionista em torno apenas do nome de Flávio Dino (PCdoB) e se posicionam de forma contrária à candidatura de Eliziane Gama, a parlamentar declarou que continua no jogo da sucessão de Roseana Sarney (PMDB).
“Sou pré-candidata ao Governo! Meu nome está à disposição do PPS!”, garantiu ontem a O Estado.
Eliziane, como bem colocou o deputado Roberto Costa, tem enfrentado o chicote da oposição, desde que o PPS optou pela candidatura própria ao Governo do Estado.
Ela enfrenta críticas diárias da oposição na Assembleia Legislativa, inclusive da tribuna, como fez Marcelo Tavares; é classificada de sarneysta nas redes sociais por aliados de Dino e também enfrenta forte articulação dentro do próprio PPS, liderada pelo deputado federal Simplício Araújo, que quer que o partido se reúna novamente para decidir sobre os rumos para 2014.

Amigos do poder.


Quando os amigos nos desprezam não são verdadeiros amigos, e nós naturalmente procuramos outros.


O problema maior é quando eles nos decepcionam. Porque mesmo fugindo desses amigos a decepção vai com a gente, fere o coração e mata a ingenuidade. Amigo que é amigo de verdade, não despreza amigo.


Os versos citados foram extraídos de um Livro de Cordel e escolhido para dá conotação ao vexame pelo qual passou o ex-governador José Reinaldo na noite de ontem no Auditório da Academia Caxiense de Letras durante palestra proferida para militantes atuantes da oposição no Maranhão.

O ex-governador talvez não tenha reconhecido ninguém daqueles que foram ouvi-lo falar sobre: O papel das oposições para 2014 e a Atual conjuntura politica no Maranhão. Pouquíssimos daqueles que o bajulava se deslocaram a Casa dos Intelectuais. Uma total demonstração de quê em Caxias, Zé Reinaldo contava com os - amigos do poder - e na noite de sexta-feira(30) foi prestigiado por pessoas que nunca tiveram oportunidade de conversar com ele sequer um minuto, quando o mesmo ocupava o cargo de chefe do executivo estadual e visitava a cidade.

Isso não é de estranhar. Sempre relato aqui neste espaço que a politica de Caxias é praticada na base do interesse das benesses, do venha a nós e vosso reino nada. O cidadão José Reinaldo não tem mais a caneta, ou melhor, não ocupa mais o cargo de governador, quando ocupou, fez muito pela nossa cidade, exemplos: Mercado Central, Maternidade Carmosina Coutinho, Hospital Geral(ampliação e aparelhamento) e asfaltou os bairros Mutirão, João Viana, Residencial Sabiá e outros. No Estado, outro prefeito não se beneficiou tanto como Humberto Coutinho na gestão de José Reinaldo, milhões e milhões o ex-prefeito recebeu do Governo Estadual.

Se Humberto Coutinho, e outros ex-prefeitos fizessem uma reflexão na consciência não titubeariam e apoiaria o ex-governador José Reinaldo na sua pretensão de chegar a Câmara dos Deputados em Brasilia. Comenta-se que Zé Reinaldo lançara candidatura a deputado federal em 2014.

Poucos reconhecem os amigos quando estão fora do poder e Zé Reinaldo provou do desprezo daqueles que somente o acompanhavam em Caxias, quando havia algum interesse em algumas vantagens que somente o poder oferece.       





Luis Fernando assina ordem para recuperação de estrada no Quebra-Pote.


quebra
O secretário de Estado de Infraestrutura, Luis Fernando Silva, assinou, na tarde de quinta-feira (29), na sede da Associação do Bumba Boi do Quebra Pote, ordem de serviço para recuperação asfáltica de mais de 12 quilômetros, na estrada que liga o povoado Porto, no Quebra Pote, zona rural de São Luís, à BR-135. O investimento do Governo do Estado na obra é de R$ 631.522,77. Também assinaram o documento os vereadores Francisco Carvalho, Bárbara Soeiro, Isaías Pereirinha e Armando Costa.
“A estrada foi feita há 14 anos dentro de São Luís, durante o 1º governo de Roseana Sarney, mas depois não teve conservação. Estamos aqui, atendendo a um pedido da comunidade e de vereadores da capital, para reconstruir e recuperar os 12 quilômetros da estrada beneficiando 12 comunidades, inclusive pequenos produtores e pescadores”.
Luis Fernando Silva lembrou que a empresa responsável pela obra já deu início aos trabalhos de recuperação, com a operação tapa-buracos, e que a zona rural é uma região importante para São Luís, pois é geradora de emprego e renda.
“A obra tem um sentido especial, por esta ser uma área de produção rural, e com a estrada funcionando fica mais fácil retirar daqui a produção agrícola, que é o sustento de muitas famílias. A estrada vai beneficiar aqueles que produzem e precisam escoar a produção, os jovens e crianças, que se deslocam daqui para estudar em outros bairros, e os pais e mães de famílias que passam o dia fora e precisam retornar em um transporte seguro, por um caminho seguro”, frisou Luis Fernando.
A vereadora Bárbara Soeiro afirmou que a estrada vai abrir caminhos em várias áreas beneficiando as comunidades. “Quando se tem estrada chega saúde, educação, respeito e dignidade para aquela população”. “A alegria maior de ver essa obra sendo realizada é para vocês que moram aqui, e graças à sensibilização do secretário Luis Fernando e do Governo do Estado, é possível ver que as ações já tiveram início e vão continuar”, complementou o vereador Francisco Carvalho.
A funcionária pública, Maria Avanir Alves, moradora da comunidade Quebra Pote elogiou o trabalho do Governo do Estado. “Essa obra vai beneficiar muito nossa comunidade, pois a estrada vai trazer mais segurança e rapidez no deslocamento, e esse é um presente que a comunidade merece e precisa”.
Já para o comerciante José Ribamar Almeida de Araújo, morador da comunidade Itapera, a obra vai gerar mais emprego e renda. “Essa é uma obra muito aguardada pela comunidade, e chegou em boa hora para todos nós. A estrada vai ajudar no escoamento da nossa produção, melhorando a economia, e também na questão do transporte coletivo”, afirmou.
Dentre as 12 comunidades beneficiadas estão as de Arraial, Santa Helena, Quebra Pote, Itapera e Matinha. A solenidade da assinatura da ordem de serviço contou com a presença de moradores da região e de lideranças das comunidades.
Viva
Na ocasião, o secretário Luis Fernando contou que técnicos da Sinfra já estão fazendo o planejamento para viabilizar a construção de um espaço Viva na comunidade Itapera. Os Vivas foram construídos pela governadora Roseana Sarney, em diversos bairros de São Luís, para serem um espaço destinado ao desenvolvimento de atividades culturais, de lazer e esportivas, beneficiando crianças, jovens e adultos.
“O Viva Itapera será construído para que a comunidade tenha um espaço para atrair o folclore e a cultura popular, e que seja um local para o entretenimento e o lazer tanto para a comunidade de Itapera como para as comunidades vizinhas”, finalizou Luis Fernando Silva
Fonte Blog do Luis Cardoso

Hoje é dia de São Raimundo Nonato.

São Raimundo Nonato.
O vaqueiro Raimundo dos Mulundus foi um jovem que perdeu muito cedo os pais e por isso sua criação ficou por responsabilidade de seus padrinhos numa antiga fazenda chamada Santa Maria localizada num povoado chamado Mulundus  Certo dia Raimundo Nonato saiu com outros vaqueiros para procurar em um povoado distante uma parte do rebanho que havia fugido. No percurso ele se despeçou dos demais que quando sentiram falta dele voltaram a Mulundus anunciando seu sumiço. Toda a população local e vizinha se empenhou em procurar o jovem vaqueiro, que era muito querido por todos em virtude de sua bondade e bravura. Dois dias depois seu corpo foi achado com o pescoço quebrado ao lado de uma carnaubeira. Levaram então o corpo de volta para Mulundus onde curiosos, amigos e familiares o esperavam para a última despedida. A multidão que queria fazer a derradeira homenagem ao vaqueiro cada vez chegava de mais longe e o tempo passava mas o corpo permanecia em perfeito estado inclusive exalando perfume. O fato de o cadáver não putrefará e transpirar cada vez mais uma fragrância aromatizante fez com que os anciãos do local o definissem como santo e os habitantes de todas as regiões vizinhas passaram a fazer promessas pedindo a intercessão do vaqueiro. Essas preces foram todas atendidas e uma capela foi erguida em honra ao popular protetor dos vaqueiros. 

O corpo do santo sumiu misteriosamente. A versão mais aceita é de que a Igreja havia o levado para Roma tomando para si a responsabilidade do culto. Na ocasião, o filho da Dona de uma fazenda situada num povoado chamado Primavera ficou doente, estava com pneumonia e a enfermidade foi descoberta já em estado grave. A mãe então prometeu ao Santo que se a criança, já despachada pelos médicos ficasse boa novamente, ela mandaria fabricar uma imagem do milagreiro. Alguns dias depois, através de medicação à base de ervas comuns, ficou curado. O Menino era Saul Nina Rodrigues, que mais tarde veio a se tornar advogado e membro da Academia Maranhense de Letras. A Imagem foi confeccionada e passou a ser venerada por escravos e moradores das proximidades. Decidiram então que a indumentária da imagem do milagreiro seria um gibão (roupa própria de vaqueiro) coberta por uma capa geralmente usada pelos bispos da época.  

 A Arquidiocese de São Luís tomou conhecimento e compareceu ao lugarejo para checar tal prática religiosa juntamente com um bispo de Portugal. A Igreja Católica não reconheceu o vaqueiro como santo e passou a indicar que a devoção era em honra à São Sebastião como forma de controlar uma possivel fé pagã. Alguns anos depois, tendo o fervor dos fiéis à São Raimundo aumentado ainda mais, a Diocese aceitou que a capela erguida tivesse como padroeiro São Raimundo Nonato, mas fazendo referência ao santo espanhol -   que nasceu quando sua mãe já estava morta, um fato impossível à época – que é considerado patrono das parteiras e das obstetras. Reconhecido pela Igreja, foi um frade da Ordem dos Mercedários e se tornou famoso por seu trabalho de libertação dos cristãos prisioneiros dos Mouros no norte da África. Como o beato espanhol é festejado em 31 de agosto, os devotos de São Raimundo – o de Mulundus – passaram a comemorá-lo na mesma data. Ficando oficializado que o festejo sempre seria concluído em 31 de agosto. As novenas ocorrem todo ano em especial no período de 22 a 31 de agosto (Festejo), que até 1953, era realizado no povoado denominado Mulundus.

sexta-feira, 30 de agosto de 2013

José Reinaldo e a turma que quer se dá bem.

A
O ex-governador José Reinaldo estará  em Caxias nesta sexta-feira (30) para proferir palestra sobre o tema: A atual conjuntura politica no Maranhão; O papel das oposições para 2014. O horário estipulado será das 20 as 22h. Deve aproveitar a estadia na Princesa do Sertão e se reunir com o ex-prefeito  Humberto Coutinho. Considerado um dos mais influentes líderes do projeto de eleger o comunista Flávio Dino governador do estado nas eleições do próximo ano. 
A vinda de Zé Reinaldo a Caxias mobilizará aliados do ex-prefeito e  está gerando movimentações nos bastidores políticos de Caxias, já que o ex-governador sairá candidato a deputado Federal.. O  auditório da Academia Caxiense de Letras será o palco para ele proferir a palestra onde os organizadores esperam uma boa participação do publico para prestigiar o evento.
Em 2005/06,  Zé Reinaldo como governador repassou milhões de reais para a Prefeitura de Caxias  na época, administrada por Humberto Coutinho, que aproveitou o - derrame - de dinheiro publico,e lançou o então juiz federal, Flavio Dino na politica e praticamente comandou o processo eleitoral que elegeu o comunista deputado Federal como um dos mais votados. no Estado. Fato que fez o atual presidente da Embratur se tornar conhecido no Maranhão, onde era um ilustre desconhecido da população que ele diz tirar da miséria a partir de 2015, caso vença as eleições de 2014 para governador, com o apoio de toda essa turma de Caxias, como dizia um ex-candidato a vereador em 2012 - que só quer se dar bem. - 

Governadora Roseana Sarney encerra em Peri-Mirim mais uma etapa do itinerante.

roseanaA governadora Roseana Sarney encerrou, na quarta-feira (28), no município Peri-Mirim, mais uma etapa do Governo Itinerante. Durante dois dias, a governadora Roseana e comitiva – formada por secretários de Estado, deputados e prefeitos da região – percorreu quatro cidades da Baixada Maranhense, visitando também São Vicente Ferrer, São João Batista e São Bento.
“A Baixada é uma região muito importante para o Maranhão e o governo tem trabalhado para que se desenvolva cada vez mais, construindo obras e realizando serviços. É o caso das estradas, dos hospitais e de ações como o Itinerante, que está em Peri-Mirim com atendimentos nas áreas de saúde, agricultura, cidadania, educação e muito mais”, destacou Roseana Sarney.
Na cidade, ao lado do vice-governador Washington Luiz Oliveira, do prefeito João Felipe Lopes e demais autoridades, a governadora Roseana também fez a entrega de Declarações de Aptidão (DAPs) ao Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf) a produtores familiares. Uma das beneficiadas com o documento foi Daiana Pereira, que planta mandioca e milho. “Estou muito feliz com esse documento, pois com ele será mais fácil conseguir crédito para aumentar minha produção”, contou.
Nos quatro municípios contemplados pelo Itinerante esta semana, foram entregues toneladas de ração de engorda para peixes, uma ação do Viva Aquicultura. Até o fim do ano devem ser entregues 60 toneladas de ração, beneficiando 40 municípios que trabalham com a pesca.
O vice-governador Washington Luiz acompanhou o encerramento desta etapa do itinerante em Peri-Mirim e elogiou o trabalho desenvolvido. “Para governar é preciso ouvir a população, que é quem sabe quais os problemas, e inclusive, pode apontar soluções. Essa sistemática que a governadora Roseana vem adotando é de fundamental importância tanto para as comunidades, como para os representantes do povo”, assegurou.
O prefeito João Felipe Lopes disse que a população estava agradecida e a cidade feliz. “Para nós, é uma honra grande receber os secretários de Estado. Eu visitei tanto as ações de cidadania como as de saúde e acompanhei os cidadãos recebendo atendimento de qualidade. Eu aproveitei a unidade do Viva Cidadão para tirar a 2ª via da minha carteira de identidade”, afirmou o prefeito.
O secretário de Infraestrutura, Luis Fernando Silva, lembrou que a Baixada já tem recebido diversas ações, podendo ser considerada um canteiro de obras em benefício da população. “Esse trabalho tem sido positivo, tendo mais estradas sendo recuperadas e construídas, tem também as pequenas barragens, levando água o ano inteiro para a produção. A governadora já deu o apoio para pavimentação das vias urbanas aqui em Peri-Mirim. Esse é um governo que trabalha de mãos dadas com os municípios para que o cidadão se sinta mais alegre e feliz, e sinta mais orgulho de ser maranhense”.
Também acompanharam a governadora Roseana os deputados estaduais Jota Pinto, Rogério Cafeteira e Fábio Braga. Presentes, ainda, os secretários de Estado de Programas Especiais, Clodomir Paz; de Assuntos Políticos e de Cidades e Desenvolvimento Urbano, Hildo Rocha; de Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Cláudio Azevedo; de Gestão e Previdência, Fábio Gondim; de Trabalho e Economia Solidária, José Antônio Heluy; de Articulação Institucional, Rodrigo Comerciário; Gabinete Militar, coronel José Ribamar Vieira; além de adjuntos.
Ações
A Escola Municipal Cecília Botão recebeu o mutirão de atendimento em saúde, que teve como destaques as consultas em clínica médica e pediátrica. A jovem Francineide dos Santos Costa aproveitou o mutirão para consultar o pequeno Alisson, de apenas 20 dias. “Fiquei mais tranquila porque pude consultar meu filho bem perto de casa”, disse.
Já o aposentado Claudimilson Silva Reis levou toda a família. “Trouxe meus filhos para consultarem com a pediatra e eu e minha esposa fizemos alguns exames”. Ele ressaltou que a ação beneficia, principalmente, os moradores da zona rural do município.
O ceramista Evandro Costa Lopes agradeceu a oportunidade de ter atendimento de qualidade perto de casa. “Eu precisava fazer exames, como o de próstata, e essa é uma oportunidade de manter a saúde em dia. Estou gostando desse serviço e acho que toda a população deve aproveitar esse momento”, afirmou.
Ainda na área de saúde, a Vigilância Epidemiológica deu continuidade às ações de vacinação, com ênfase na atualização do calendário de vacinação de crianças, jovens e adultos. Além disso, foram disponibilizados à população o preventivo do câncer ginecológico – colpocitologia oncótica; atendimento de laboratório de análise clínica, glicemia, colesterol total e PSA, exame destinado aos homens.
As ações de cidadania foram realizadas pela unidade móvel do Viva Cidadão, como a emissão de documentos como carteira de identidade, CPF, título de eleitor, carteira de trabalho e cartão do SUS. A estudante Sarah Vitória Costa Ferreira, de apenas 11 anos, tirou a primeira via da carteira de identidade. “Eu agradeço a vinda desse serviço, pois só assim pude tirar essa minha documentação”. Já o estudante Andreilton de Jesus França, tirou a carteira de trabalho. “Antes, eu só tinha o CPF e minha identidade e com o Viva Cidadão aqui consegui tirar meu cartão do SUS e a carteira de trabalho, documentos importantes para qualquer brasileiro”.

Blog do Luis Cardoso

A miséria campeia.

Vereador Antonio Luis.

O vereador Antonio Luis (foto), não está preocupado com o grande índice de desemprego que assola a cidade atualmente, o que agrava ainda mais o quadro de miséria que se abate sobre todo o município.

Conforme o parlamentar, na sessão de quarta-feira(28) falou no pequeno expediente, que pouco importava à ele se os pequenos bancos fechasse as portas em Caxias, pois os mesmos trazem somente prejuízos para o município. As pequenas instituições financeiras a que o edil fez referência: são essas que trabalham com aposentados, pensionistas e funcionários públicos. Oferecendo a esta classe créditos a serem descontados em seus proventos.

Este fato se deu após o vereador Fabio Gentil falar sobre a possibilidade do Banco Pan-americano fechar as portas na cidade, e em decorrência disso os funcionários da agência bancária engrossariam a fila dos desempregados de Caxias.

O vereador governista, Antonio Luis, não foi muito feliz em suas colocações, pois os Bancos que oferecem créditos em nossa cidade empregam direto e indiretamente centenas de pessoas, e ele não mediu as consequências de suas palavras, caso o que falou se tornasse uma realidade, o que aumentaria ainda mais o caos que assola o município na questão do desemprego.

Antonio Luis parece não estar enxergando a miséria campeando pela cidade, vitimando centenas de famílias, que sofrem com a fome e as precárias condições de vida. Tudo isso, é resultado da falta de emprego e renda. Jovens e pais de famílias não têm ocupação fixa e nem qualificação profissional para conseguir lugar no mercado de trabalho e ter uma ótima oportunidade na vida. 

Uma outra consequência do desemprego é a falta de dinheiro circulando no município, o que atinge mortalmente o comércio. Que hoje sofre as consequências do empobrecimento da cidade e da população.






Sabiá só depende dele.


Restando três rodadas para o término do Campeonato Maranhense Série B, três times seguem na briga pela última vaga na elite do futebol estadual em 2014. Depois de ver o tradicional Moto Club garantir o seu acesso por antecipação, é a vez de Sabiá, JV Lideral e Araioses disputarem para ver quem estará entre os grandes no próximo ano.
Responsável pela grande zebra da Segundinha Maranhense, após vencer o Moto Club fora de casa logo no primeiro jogo da competição, o Sabiá se recuperou de uma série de duas derrotas consecutivas e recuperou a vice-liderança após uma vitória no confronto direto contra o JV Lideral. A equipe de Caxias, com 10 pontos, aparece como a mais cotada para conquistar a última vaga para a primeira divisão.
Campeão maranhense em 2009, o JV Lideral tenta retornar às disputas do Campeonato Maranhense após três edições de afastamento. Com um início irregular na Série B, onde conquistou sua primeira vitória apenas na quarta rodada, o Trator do Camaçari conta com o poderio ofensivo do veterano atacante Lindoval, um dos artilheiros do último Campeonato Maranhense, para confirmar a sua reação com a vaga na primeira divisão.
Correndo por fora na disputa pelo acesso, o novato Araioses deposita todas as suas esperanças no fato de ter um jogo a mais a disputar do que os rivais Sabiá e JV Lideral. A equipe, comandada por Erasmo Fortes, aparece na quarta colocação, com apenas seis pontos, mas ainda tem chances não só de acesso, mas também de ser campeão da Segundinha (precisaria vencer seus três compromissos e torcer por duas derrotas do Moto e por tropeços de Sabiá e JV Lideral, além de precisar tirar a desvantagem no saldo de gols). Diante de uma conquista praticamente impossível, o Araioses ficará satisfeito se cumprir a missão mais fácil: conquistar a vaga para disputar, pela primeira vez em sua história, a Série A do Maranhense.
O Sabiá para se classificar precisa vencer os dois últimos jogos(confira a tabela). Depende exclusivamente de suas próprias forças para voltar a 1ª Divisão do Futebol Maranhense.  
Confira a tabela das últimas três rodadas da Série B:
8ª RODADA (1º/09)
Araioses x Itapecuruense (Rodrigão / Santa Quitéria – 16h)
JV Lideral x Moto Club (Frei Epifânio / Imperatriz – 17h)
9ª RODADA (05/09)
Itapecuruense x Sabiá (Rodolfão / Itapecuru-Mirim – 16h)
Araioses x JV Lideral (Rodrigão / Santa Quitéria – 16h)
10ª RODADA (08/09)
Moto Club x Itapecuruense (Nhozinho Santos / São Luís – 17h)
Sabiá x Araioses (Duque de Caxias / Caxias – 17h)

Em vez de sepultar Donadon, Câmara se mata.


.— Na hora de vir pra cá, eu fui tomar banho. E faltou água na torneira. Lá não tem chuveiro. É uma torneira. Água fria. E justamente hoje faltou água.
Plenário da Câmara, noite do dia 28 de agosto de 2013. O clima era de velório. Na tribuna, Natan Donadon, um cadáver político, pronunciava suas penúltimas palavras.
— Eu tava todo ensaboado. E acabou a água do presídio. Eu tive que recorrer a um preso, do lado da minha cela. Ele tinha umas garrafinhas de água. Pedi a ele. E acabei de tomar banho com essas poucas garrafinhas que ele me emprestou.
Em noite constrangedoramente deplorável, o plenário da Câmara perdeu a tradicional aparência de feira livre. Hipnotizados, os presentes dedicavam 100% de sua atenção a Donadon. Pela primeira vez na história do Legislativo, um presidiário ocupava a tribuna.
De todos os persistentes terrores brasileiros, o pior é o terror do sistema prisional. O flagelo é a síntese do que o pedaço bem nascido do Brasil pensa dos sem-berço. As cadeias são infernais porque elas só são infernais para bandidos pretos e pobres. Não é lugar para brasileiros acima de um certo nível de renda e de poder.
De repetente, o STF condenou Donadon a mais de 13 anos de cana dura. E ele foi transferido do mundo das facilidades e dos privilégios para a Penitenciária da Papuda, em Brasília. “Os companheiros de prisão chamam de ‘P-Zero’, prisão zero, porque não tem nada”, disse, ao relatar seus primeiros dois meses de inferno.
— Vim algemado de lá pra cá. Nunca tinha entrado num camburão na minha vida. Nunca pensei que isso fosse acontecer. Vim algemado pelas mãos, atrás [didático, o orador leva as mãos às costas, juntando os punhos]. Eu tenho uma certa fobia. Pedi aos agentes pra me trazer na frente. Mas eles disseram que não poderia. Deus me acompanhou. Me deu força, me deu resignação.
O plenário estava reunido para parafusar a tampa do caixão que o Supremo fechara, decretando a cassação do mandato do preso. E Donadon, munido de autorização judicial, revirava no caixão. Nas entrelinhas do seu discurso, o condenado passava aos seus pares, por assim dizer, um recado. Era como se dissesse: “Eu sou vocês amanhã.” Soou dramático.
— Esses 60 dias que eu estou preso lá, tenho sofrido muito. Tenho sofrido muuiiiito. É desumano o que um prisioneiro passa. A minha família tem sofrido muito. Por favor, me absolvam. Essa Casa é independente!
Sentenciado em última instância, sem possibilidade de recorrer, Donadon revelou-se um presidiário de mostruário. Como todo detento que se preza, declarou-se “inocente”. Terminado o discurso, abriu-se o painel de votação. E o plenário começou a esvaziar.
Muitos deputados, cumprida a obrigação de votar, foram embora. Outros tantos bateram em retirada sem votar. Dos 513 deputados, 470 registraram presença ao longo do dia. Desse total, apenas 405 levaram o voto ao plenário. Como que farejando o cheiro de queimado, Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN), presidente da Câmara, esticou a sessão a mais não poder. Queria que todos votassem.
Iniciada às 19h, a sessão foi encerrada às 23h04. Para que o mandato do condenado Donadon fosse passado na lâmina, eram necessários pelo menos 257 votos. “A Câmara não vai cometer hara-kiri político”, disse um otimista Chico Alencar (PSOL-RJ), antes que o resultado fosse estampado no painel eletrônico: “sim”, 233; “não”, 131. “Abstenção”, 41. A Câmara, que sempre teve um comportamento de alto risco, cometeu suicídio. Tornou-se uma instituição-zumbi. Numa tentativa de reduzir os danos, Henrique Alves anunciou que Donadon não terá de volta o salário e demais benefícios. Será convocado o suplente.
Sacramentado o vexame, o ainda deputado federal Natan Donadon levantou as mãos para o alto. Atrás da última fileira de poltronas, festejou a morte do plenário como uma vitória do corporativismo. Depois, foi reconduzido ao camburão. Algemado, voltou para o xilindró. Antes, foi ao microfone de apartes para cumprir um compromisso que assumira com seus companheiros de cárcere.
— Eles falaram pra mim assim: ‘nao esqueça de falar da nossa alimentação. É muito ruim a alimentação do presídio. Não é de boa qualidade. Tenho a síndrome do intestine irritado. Associado ao estresse, tenho passado muito dificuldade lá. Tá dado o recado. Eles pediram pra eu falar. É preciso melhorar a comida dos presidiários da Papuda.
O Brasil dispõe de mais uma jabuticaba: um deputado federal corrupto e presidiário. É coisa única no mundo. “Graças a Deus, a Câmara está fazendo justiça”, disse a anomalia, a caminho do camburão.

Blog do Josias

quinta-feira, 29 de agosto de 2013

1º Aldeias Folia começa sexta-feira(30).


A partir desta sexta-feira (30), o município de Aldeias Altas vai se tornar oficialmente mais alegre. Está é a data em que vai começar a primeira Micareta aldeense. A folia, que começa amanhã, se estenderá até domingo. O prefeito Tinoco convida a todos para participarem da festa.

- Tenho a honra de convidar a todos para estarem na Micareta de Aldeias Altas entre a sexta-feira(30) e o domingo(1º). Sem dúvidas, as  presenças de todos vão engrandecer ainda mais a festa, que vai contar com apresentações de artistas consagrados nacionalmente e com a alegria do povo aldeense.  O Aldeias Folia vai ser a maior e melhor festa dos últimos tempos. - disse o prefeito Tinoco

A Micareta de Aldeias Altas, porém, não acontece apenas na avenida João Rosa. A festa vai acontecer em todo circuito do Aldeias Folia e os abadás estão a venda em diversos pontos da cidade.

A tranquilidade dos foliões vai ser garantida por um efetivo de policiais militares, civis e homens de uma empresa de swgurança de Caxias.  Secretarias municipais também estão se empenhando para oferecer uma festa harmoniosa e tranquila para a população.




‘Era a hora que ele tava na agonia', diz pai ao receber mensagem do celular do filho

Sebastião Barbosa , pai de um dos maranhenses mortos.
O corpo de Raimundo Barbosa de Sousa, 38 anos, foi o sétimo a ser retirado dos escombros, após o desabamento do prédio em São Paulo. O operário natural de Imperatriz (MA) trabalhava há 11 anos para a construtora Salvatta Engenharia.
Sebastião Fernandes de Sousa, 62 anos, aguardava inconformado a chegada do corpo do filho, no aeroporto Renato Cortez Moreira, entre os oitos mortos que desembarcaram em Imperatriz.
“Desde a hora que saíram as primeiras notícias, às 8h, quando aconteceu o desastre, a gente ficou na frente do computador acompanhando, porque a gente já sabia que meu filho estava trabalhando naquele lugar. Ele tinha acabado de mandar uma mensagem, às 7h da manhã, dizendo que estava tudo bem”, contou o aposentado.
A família, quando soube da tragédia, ficou tentando manter contato com Raimundo, mas sem sucesso.
“A gente tentou, ficou o tempo todo tentando ligar mas só dava na caixa postal. Depois chegou uma mensagem dizendo que o celular estava disponível, que podia ligar naquele momento, acho que era a hora que ele tava na agonia, debaixo dos escombros, e não tinha mais resistência pra falar”, lembrou Sebastião.
Pela internet e pela TV, familiares acompanhavam a retirada dos corpos.
“A gente ficou ligado o dia todo até que tiraram o sexto corpo. No sétimo eu disse assim: esse aí é o meu filho”, disse o pai em lágrimas.
A último vez que Raimundo esteve na cidade foi em janeiro deste ano. Comprou um terrenos para fazer uma casa, uma motocicleta e planejava voltar de vez, para a terra natal.
“Ele tinha planos de voltar para Imperatriz este ano. Eu fico procurando o que fazer mas a gente não pode fazer nada, só espero que sirva de exemplo, pra não acontecer em outra obra”, finalizou o pai.
Nesta quinta-feira (29) foi confirmada a morte de mais um maranhense, natural de Joselândia, mas o corpo só deve chegar amanhã (30).

Fonte Imirante.

Dupla que aterrorizou cidade de Afonso Cunha é detida.

A dupla identificada como Lucas Rafael Bezerra Brito  de 23 anos  e Janiel de Moraes Viera de 24 anos faz parte de uma quadrilha que estava atuando na cidade de Afonso Cunha.

O crime foi praticado na madrugada desta quinta-feira(29) em uma agência bancária no município. 

Com eles foram encontrados 6 celulares, 2 carteiras, chips,  2 alavancas  macaco hidráulico, 2 revolveres calibre 38 e uma pistola 380. Além, de dois carros. O Savero com placa de Batalha-PI e um Pálio de Bacabal- MA.

Os elementos foram encaminhados para o Primeiro Distrito Policial. Os mesmos prestarão depoimento e ficarão a disposição da justiça.

Fonte Portal do Maranhão

Discurso cauteloso.

luisfernandosilva
O secretário de Infraestrutura e pré-candidato ao governo do Estado, Luís Fernando Silva foi o entrevistado de hoje (29), no Ponto Final, na Rádio Mirante AM.
Luís Fernando falou sobre as ações que serão desenvolvidas pelo governo do Estado na área de mobilidade urbana em São Luís e o planejamento na área para os próximos dez anos. Ele comentou sobre as conversas que tem mantido em busca de apoios para a eleição do ano que vem.
“Nós estamos numa fase articulações, conversas. O prefeito Sebastião Madeira (PSDB) é um grande amigo e independente da sigla ele tem se mostrado entusiasmado em relação ao projeto para 2014. A ideia é fazer realmente uma grande articulação para bucar grandes apoios e dentre eles o apoio do PSDB”, disse.
Sobre as pesquisas que vem sendo divulgadas, Luís Fernando Silva disse que as mesmas, neste momento tem um valor pequeno, pois não se sabe ainda quem são os candidatos de fato.
“Em primeiro lugar eu entendo que um ano antes da eleição a pesquisa quantitativa tem um valor pequeno. Você não sabe ainda quem são os candidatos. A população não pode ter uma ideia em cima de hipótese. Não estou questionando ou contestando nenhuma, mas hoje essas pesquisas não tem importância nenhuma”, afirmou.

Fonte Blog do Zeca Soares.

Cadê o engenheiro de trafego da Secretaria de Transito?

Trav. Caetano Carvalho palco de indignações dos comerciantes .
Comerciantes que exercem atividades comerciais na Travessa Caetano Carvalho convocaram o vereador Fabio Gentil para uma reunião na manhã de terça-feira(27), e comunicaram ao parlamentar que a via está inviabilizada por causa da proibição feita pela Secretaria de Transportes, dos veículos estacionarem do lado esquerdo da rua no sentido a Praça Cândido Mendes(Igreja da Matriz).

Os donos das Lojas que vendem material de construção são os mais prejudicados com a atitude indelicada de quem comanda a pasta, pois com a proibição os clientes não tem como fazerem compras e atravessarem para o outro lado da rua carregando as mercadorias nos braços, isto se torna praticamente inviável e sem sentido. Na rua existem lojas que vendem materiais de construção.

Durante a sessão de quarta-feira(28), Fabio Gentil falou no pequeno expediente que o problema não é nada pessoal contra ninguém, e sim dos comerciantes  locais que esperam das autoridades a relevância da proibição do estacionamento do lado esquerdo da Travessa Caetano Carvalho, que está dificultando as vendas, onde o comercio se encontra já bastante combalido. O edil adiantou que o imbróglio  poderá fazer com que uma instituição financeira instalada ali na Travessa feche as portas e ficará um saldo negativo de mais ou menos 6 pessoas desempregadas.

O oposicionista FG pediu aos  companheiros da base aliada que façam a intermediação junto aos responsáveis pelo transito de Caxias e peçam que mude o pensamento de quem teve essa ideia, pois a rua é bastante larga e comporta muito bem o estacionamento dos dois lados da via. 

Coisas absurdas como essa, de proibir veículos ficarem estacionados do lado esquerdo da via Caetano Carvalho ou qualquer outra,  acontece porquê a Secretaria de Transito e Transportes do município não possui um engenheiro de trafego, uma pessoa  habilitada para fazer um mapeamento completo de todas as áreas de estacionamento de Caxias. E tomam decisões precipitadas que trazem somente prejuízos para todos, comerciantes, clientes e motoristas.     

Veja o valor destinado a cada município maranhense repassado pela União.

dinheiro-300x225Mais dinheiro na conta dos municípios maranhenses, pois foi liberada a segunda parcela de recursos para o Estado e para os Municípios referente a Agosto.
Somando os repasses da União, somente em Agosto, o Estado do Maranhão recebeu da União R$ 281.007.169,66.
Já os Municípios maranhenses receberam da União R$ 328.994.592,77 no mês de Agosto. Veja abaixo a parte que cada Município recebeu deste valor transferido pela União no mês de Agosto.
São Luís 30.568.414,82
Açailândia 4.382.231,54
Afonso Cunha 588.066,09
Água Doce do Maranhão 779.486,22
Alcântara 1.050.531,57
Aldeias Altas 1.655.611,45
Altamira do Maranhão 675.464,98
Alto Alegre do Maranhão 1.324.190,97
Alto Alegre do Pindaré 1.964.104,64
Alto Parnaíba 635.300,63
Amapá do Maranhão 514.452,50
Amarante do Maranhão 1.997.824,58
Anajatuba 1.318.105,65
Anapurus 1.094.204,07
Apicum-Açu 1.027.670,37
Araguanã 829.864,84
Araioses 2.114.533,00
Arame 1.703.939,43
Arari 1.315.062,11
Axixá 714.068,15
Bacabal 2.952.486,85
Bacabeira 937.826,63
Bacuri 1.121.732,75
Bacurituba 439.690,24
Balsas 3.332.112,29
Barão de Grajaú 936.621,99
Barra do Corda 3.902.503,26
Barreirinhas 3.134.260,77
Bela Vista do Maranhão 818.495,23
Belágua 634.587,40
Benedito Leite 380.442,81
Bequimão 1.057.585,18
Bernardo do Mearim 395.261,63
Boa Vista do Gurupi 553.374,56
Bom Jardim 2.178.973,22
Bom Jesus das Selvas 1.620.598,40
Bom Lugar 832.846,27
Brejo 1.848.655,41
Brejo de Areia 770.397,59
Buriti 1.933.330,03
Buriti Bravo 1.203.085,24
Buriticupu 3.387.182,35
Buritirana 836.163,66
Cachoeira Grande 633.189,81
Cajapió 619.860,40
Cajari 1.204.111,36
Campestre do Maranhão 801.759,93
Cândido Mendes 1.179.408,54
Cantanhede 1.363.845,05
Capinzal do Norte 706.857,09
Carolina 1.190.259,88
Carutapera 1.324.316,13
Caxias 7.326.401,66
Cedral 620.289,68
Central do Maranhão 570.361,69
Centro do Guilherme 759.977,20
Centro Novo do Maranhão 1.277.978,36
Chapadinha 3.341.618,58
Cidelândia 832.992,08
Codó 4.914.335,79
Coelho Neto 2.486.863,78
Colinas 1.689.377,67
Conceição do Lago-Açu 1.091.174,43
Coroatá 2.897.166,21
Cururupu 1.601.384,15
Davinópolis 761.149,88
Dom Pedro 1.185.680,13
Duque Bacelar 834.992,17
Esperantinópolis 1.018.706,99
Estreito 1.746.399,49
Feira Nova do Maranhão 545.738,98
Fernando Falcão 588.735,11
Formosa da Serra Negra 1.078.383,99
Fortaleza dos Nogueiras 738.415,04
Fortuna 962.230,80
Godofredo Viana 612.508,58
Gonçalves Dias 1.046.916,62
Governador Archer 742.277,81
Governador Edison Lobão 922.364,39
Governador Eugênio Barros 980.219,16
Governador Luiz Rocha 517.970,25
Governador Newton Bello 625.543,33
Governador Nunes Freire 1.604.352,47
Graça Aranha 417.995,96
Grajaú 3.437.890,50
Guimarães 613.759,51
Humberto de Campos 1.816.536,70
Icatu 1.472.951,37
Igarapé do Meio 1.024.515,47
Igarapé Grande 679.311,72
Imperatriz 8.769.054,38
Itaipava do Grajaú 860.158,32
Itapecuru Mirim 3.154.931,48
Itinga do Maranhão 1.487.863,34
Jatobá 561.543,46
Jenipapo dos Vieiras 908.593,54
João Lisboa 1.203.769,25
Joselândia 851.130,95
Junco do Maranhão 480.738,79
Lago da Pedra 2.168.781,16
Lago do Junco 662.041,39
Lago Verde 980.394,63
Lagoa do Mato 720.537,17
Lagoa dos Rodrigues 581.745,03
Lagoa Grande do Maranhão 841.950,83
Lajeado Novo 475.148,22
Lima Campos 643.224,74
Loreto 663.314,19
Luís Domingues 471.707,64
Magalhães de Almeida 1.303.643,66
Maracaçumé 1.147.247,12
Marajá do Sena 618.671,70
Maranhãozinho 931.576,57
Mata Roma 1.187.684,28
Matinha 1.232.834,68
Matões 1.872.873,21
Matões do Norte 1.198.988,47
Milagres do Maranhão 508.207,56
Mirador 960.800,76
Miranda do Norte 1.501.341,55
Mirinzal 766.890,22
Monção 1.878.022,76
Montes Altos 487.923,71
Morros 1.189.438,97
Nina Rodrigues 762.418,04
Nova Colinas 438.737,91
Nova Iorque 359.800,78
Nova Olinda do Maranhão 1.306.386,11
Olho D’Água das Cunhãs 1.176.538,13
Olinda Nova do Maranhão 863.043,28
Paço do Lumiar 3.133.284,42
Palmeirândia 1.132.297,36
Paraibano 1.092.216,30
Parnarama 1.865.783,72
Passagem Franca 1.127.098,00
Pastos Bons 1.005.723,14
Paulino Neves 1.219.945,55
Paulo Ramos 1.329.513,86
Pedreiras 1.693.447,70
Pedro do Rosário 1.768.306,33
Penalva 1.924.169,29
Peri Mirim 776.813,16
Peritoró 1.191.134,29
Pindaré Mirim 2.470.721,70
Pinheiro 3.388.407,84
Pio Xii 1.568.417,85
Pirapemas 1.263.453,10
Poção de Pedras 1.250.554,75
Porto Franco 1.310.947,23
Porto Rico do Maranhão 448.421,88
Presidente Dutra 1.745.749,10
Presidente Juscelino 768.461,47
Presidente Médici 489.439,51
Presidente Sarney 1.179.946,03
Presidente Vargas 852.347,01
Primeira Cruz 1.051.519,09
Raposa 1.368.852,07
Riachão 1.110.175,79
Ribamar Fiquene 511.556,97
Rosário 1.771.414,89
Sambaíba 419.935,05
Santa Filomena do Maranhão 511.893,14
Santa Helena 2.014.249,39
Santa Inês 3.408.775,07
Santa Luzia 3.542.059,55
Santa Luzia do Paruá 1.305.429,40
Santa Quitéria do Maranhão 1.914.784,18
Santa Rita 1.741.396,40
Santana do Maranhão 795.008,81
Santo Amaro do Maranhão 881.216,54
Santo Antônio dos Lopes 983.403,26
São Benedito do Rio Preto 1.097.584,11
São Bento 1.914.077,36
São Bernardo 1.525.315,65
São Domingos do Azeitão 489.579,82
São Domingos do Maranhão 1.870.886,39
São Félix de Balsas 381.324,93
São Francisco do Brejão 626.151,99
São Francisco do Maranhão 651.573,36
São João Batista 1.294.917,66
São João do Carú 1.170.655,45
São João do Paraíso 689.913,63
São João do Soter 1.323.101,13
São João dos Patos 1.271.959,97
São José de Ribamar 6.141.114,37
São José dos Basílios 505.695,79
São Luís 30.568.414,82
São Luís Gonzaga do Maranhão 1.378.150,98
São Mateus do Maranhão 1.777.394,68
São Pedro da Água Branca 722.218,48
São Pedro dos Crentes 415.015,23
São Raimundo das Mangabeiras 995.360,78
São Raimundo do Doca Bezerra 493.244,64
São Roberto 537.117,18
São Vicente Ferrer 1.049.671,97
Satubinha 572.405,39
Senador Alexandre Costa 716.112,27
Senador La Rocque 1.165.935,53
Serrano do Maranhão 750.861,05
Sítio Novo 1.074.448,95
Sucupira do Norte 644.065,39
Sucupira do Riachão 411.016,68
Tasso Fragoso 548.792,98
Timbiras 1.398.340,30
Timon 7.243.120,69
Trizidela do Vale 1.098.510,36
Tufilândia 536.226,69
Tuntum 1.934.632,08
Turiaçu 2.133.771,93
Turilândia 1.304.754,61
Tutóia 3.102.658,97
Urbano Santos 1.317.476,39
Vargem Grande 2.541.602,94
Viana 2.303.392,85
Vila Nova dos Martírios 675.187,56
Vitória do Mearim 1.695.995,58
Vitorino Freire 1.649.874,56
Zé Doca 2.474.998,04
Fonte Blog do Neto Ferreira.

Bandidos aterrorizam cidade de Afonso Cunha nesta madrugada de quinta-feira.





Agência bancária do Banco Bradesco foi alvo de bandidos, nesta madrugada de quinta-feira, 29, às 2h05min, em Afonso Cunha.

A agência foi invadida por homens fortemente armados em dois veículos. Segundo populares, a ação criminosa durou cerca de 20 minutos.

De acordo com a corporação, no momento em que parte do grupo estourava o caixa eletrônico da unidade financeira, outra teria se deslocado até a delegacia, onde realizaram vários disparos.



Os bandidos seguiram para a casa loteria e levaram tudo, em seguida foram até a agência dos correios e arrombaram o cofre.

No momento do vandalismo, os bandidos dispararam tiros. Paredes da delegacia e uma viatura do destacamento foram atingidas pelos tiros. Apesar do susto, ninguém ficou ferido.

Após explodir o caixa eletrônico, arrombar os correios e a casa lotérica, os bandidos fugiram, em rumo ignorado.

Até o momento não há informações de quantos homens faziam parte e a quantia de dinheiro levada.