segunda-feira, 31 de março de 2014

Filho de prefeito maranhense esbanja dinheiro na cama 

Está causando repercussão negativa na cidade de Pio XII a divulgação da foto do menor P.R.S.J., filho do atual prefeito do município, Paulo Veloso.
O adolescente, postou na sua página pessoal do Facebook uma foto em que ele aparece deitado numa cama contando uma boa quantia em dinheiro.
O que chama atenção é o fato de que moradores da pequena Pio XII, não vivem em boas condições. Grande parte da população sobrevive com os benefícios do Bolsa Família do Governo Federal. E quem não ganha nem esse, faz fila no lixão disputando com os urubus os restos de comida.
Lembrando que o prefeito de Pio XII, Paulo Veloso , foi afastado do cargo pelo período de 90 dias, no final do ano passado, por causa de infrações administrativas na sua gestão. Mas, no dia 24 de março de 2014, a justiça tornou nulo o pedido de afastamento do prefeito, mesmo sendo comprovadas as irregularidades.
A foto que mostra o filho de Veloso esbanjando dinheiro, não caiu bem para a reputação do atual gestor municipal. 
Detran alerta sobre e-mails falsos

detran-maO Departamento Estadual de Trânsito do Maranhão (Detran-MA) informa aos usuários que não faz qualquer tipo de notificação via e-mail e que informação sobre habilitação ou cancelamento de Carteira Nacional de Habilitação (CNH) é repassada somente ao próprio usuário que se dirigir ao Detran.
Alerta que são falsos os e-mails sobre assuntos como “Devolução da sua Carteira de Motorista”. Trata-se de vírus que pode danificar o computador.
O Detran-MA informa, ainda, que só faz comunicados de suspensão de CNH por meio de correspondências nominais endereçadas à residência dos usuários, via Correios.
Os usuários podem tirar suas dúvidas por meio do endereço eletrônico do órgão (www.detran.ma.gov.br).
Flavio Dino contra a presidente Dilma Rousseff 

flaviodinoMesmo tendo feito parte do governo Dilma Rousseff como presidente da Embratur, o comunista Flávio Dino estaria a caminho de se aliar ao PSB e montar palanque para o presidenciável Eduardo Campos no Maranhão.
É o que afirma o jornal O Estado de S. Paulo, em reportagem assinada pelos jornalistas João Domingos e Eduardo Bresciani, segundo os quais o PT está fazendo alianças nos estados para garantir controle da CPI da Petrobras.
No trecho que se refere ao Maranhão, o texto diz o seguinte: A crise na Petrobras também deverá empurrar o PT do Maranhão para uma aliança cm o senador José Sarney (PMDB/AP) e com a governadora Roseana Sarney (PMDB).
Até agora uma forte ala do PT insistia em romper com os Sarney e apoiar Flavio Dino, do PCdoB. Mas por causa da CPI da Petrobras, o ex-presidente Luis Inácio Lula da Silva praticamente fechou acordo para que os petistas desistam de Dino.
Por isso, o PSB do governador Eduardo Campos formalizará aliança com o maior adversário de Sarney, lançando ao senado o vice-prefeito de São Luis, Roberto Rocha. A matéria do Estadão foi mal apurada, feita no ouvi dizer, e contém algumas inverdades, sendo a maior delas o PT usar a CPI da Petrobras como item de negociação eleitoral.
A decisão do PT de se aliar com o PMDB no Maranhão foi tomada muito antes de o imbróglio da Petrobras vir à tona. Além do mais, os senadores maranhenses são aliados do governo – Edison Lobão é ministro de Minas e Energia! E com o tamanho político que tem, o senador Jose Sarney jamais faria um acordo dessa natureza.
Já a aliança de Flávio Dino com o PSB no Maranhão é mais que provável, e ganha corpo a relação cada vez mais estreita do comunista com os socialistas. Tanto que a turma do PT que quer apoiá-lo deixou o partido – o deputado estadual Bira do Pindaré está no PSB e o federal Domingos Dutra, no Solidariedade – e devem seguir Dino na aliança com o PSB.
Nesse ponto, a reportagem do Estadão confirmou o que já vinha sendo desenhado. O encontro de sábado em Timon, quando o refeito Luciano Leitoa (PSB) declarou apoio a Flávio Dino, é a confirmação de que o comunista pode ficar contra a presidente Dilma Rousseff.
Coluna Estado Maior/ O Estado
Luis Fernando leva obras para Chapadinha no aniversário do município 

luisO secretário de Estado de Infraestrutura, Luis Fernando Silva, assinou Ordem de Serviço autorizando a reforma completa do Ginásio Poliesportivo de Chapadinha, no sábado (29), durante as comemorações dos 76 anos de emancipação do município. A obra está orçada em R$ 294.226,03.
Acompanhado da prefeita Dulcilene Bezerra (Belezinha), Luis Fernando falou sobre a importância do espaço para a cidade e apresentou à população o engenheiro responsável pela obra. “Esse ginásio é um espaço que a juventude de Chapadinha reivindica há muito tempo e agora será construído e finalizado para ser entregue à população. Este será um espaço para o lazer e para prática de esportes, beneficiando não só a juventude, como crianças e adultos”, afirmou o secretário.
Luis Fernando lembrou, também, que o Governo do Estado possui outras obras no município. “Além dos convênios para estradas vicinais e asfalto na sede do município, o Governo fará, diretamente, mais 6 km de ruas e avenidas que não foram asfaltadas anteriormente”, afirmou ele, citando a ação do Programa de Pavimentação de Vias Urbanas, que tem levado qualidade de vida a todos os municípios maranhenses.
A prefeita Dulcilene Bezerra contou que a obra é um sonho antigo de toda a cidade e já é uma realidade. “Hoje é dia de festa para Chapadinha e nada melhor do que saber que a obra do ginásio será concluída e entregue o mais rápido possível. Esse será o 1º espaço do município destinado para o esporte”, lembrou.
Ainda em comemoração aos 76 anos do município, Luis Fernando confirmou que a governadora Roseana já autorizou o início dos estudos para realização de outro sonho da região. “Os estudos, serão seguidos do projeto para realizarmos a estrada de Chapadinha a Afonso Cunha, desenvolvendo, ainda mais, a região”.
O deputado federal Chiquinho Escórcio ressaltou que todas as regiões do estado possuem obras do governo. “Tenho visto o trabalho da Secretaria de Infraestrutura e do Luis Fernando no Maranhão inteiro. E nesta data especial para Chapadinha estamos vendo a construção do Ginásio e o anúncio de mais asfalto”. “Essa obra será bem feita, pois o secretário Luis Fernando é daqueles que faz e fiscaliza o trabalho”, completou o deputado federal Cléber Verde.
Também presentes os deputados estaduais, Magno Bacelar e André Fufuca; o secretário de Estado de Pesca e Aquicultura, Dayvson Franklin de Souza; o superintendente de Pesca, Júnior Verde; os prefeitos José Leane (Afonso Cunha) e Iracema Vale (Urbano Santos), e ex-prefeitos da região.
(As informações são do Governo do Estado)
Aldeias Altas
Tinoco discursa na Convenção do PSL e faz prestação de conta do mandato 

Com a galeria da Câmara Municipal de Aldeias Altas de lotada de convidados e simpatizantes do PSL, o prefeito Tinoco apresentou publicamente uma prestação de contas do  mandato nestes 15 meses a frente do executivo aldeias-altense. O gestor falou sobre politica, educação e de como pretende resolver o problema da falta de água na cidade. 

No inicio do pronunciamento o prefeito Tinoco fez questão de relembrar a trajetória que alçou o grupo politico Forte é o Povo para comandar os destinos do município. A legenda foi do PSL e encabeçava a chapa o ex-prefeito Zé Reis e teve como vice o próprio orador. Trabalharam juntos durante oito anos e praticamente tiraram Aldeias Altas da zona de esquecimento e do atraso na qual se encontrava. 

Tinoco lamentou a falta de sensibilidade de alguns políticos maranhenses que gastaram uma fortuna com a TV GLOBO para quê, durante três meses a emissora hostilizasse o Maranhão e ficou triste com as pessoas que apoiavam o movimento nas redes sociais. Durante esse período os ataques se sucediam um atrás do outro. - A Globo esqueceu dos estados de São Paulo e Rio Grande do Sul onde acontecem coisas piores do que ocorre no sistema prisional do Estado - enfatizou.

Sobre educação, o gestor fez referência ao salário que recebe um professor da região. O município de Aldeias Altas, em comparação com os vizinhos Caxias e São João do Sóter, paga o melhor salário para os professores em todos os níveis. - Nossos educadores são valorizados por nossa administração. Muito diferente de outros municípios aqui da região, onde os professores não recebem nem o salário minimo determinado pelo Governo Federal  -  disse Tinoco no discurso. 

Comprovadamente a população de Aldeias Altas sofre com a falta de abastecimento de água na cidade. Gerida pela CAEMA, o problema da água está se tornando um caos. Tinoco ressaltou que por várias vezes esteve na sede da Companhia em São Luis para tentar encontrar uma solução para o problema, o gestor pressente que os diretores estão empurrando o caso do município  com a barriga, pois sempre não é bem recebido na empresa e pouco dão importância as reivindicações solicitadas. - Estou analisando a possibilidade do município fazer um empréstimo junto ao Banco do Brasil e com os recursos construirmos nossa estação de tratamento de água e acabar de vez com o sofrimento da falta de água na cidade. Precisamos que a Câmara Municipal aprove o projeto, creio que não encontrarei empecilho para aprovação, pois os vereadores conhecem de perto a realidade, que é o problema no abastecimento de água nas residências da cidade - ponderou.  

Finalizando o discurso, Tinoco falou das necessidades de Aldeias Altas em ter um verdadeiro representante na Assembléia Legislativa do Maranhão, pois somente com um parlamentar autêntico e atuante, eleito pela maioria dos aldeias-altense, os recursos e  benefícios do governo estadual irão chegar com mais facilidade para o município. 

Encerrando o gestor deixou claro e mandou um recado: Não estou desunido com ninguém, mas estão desunido comigo. não fui eleito somente por um grupo politico, e sim pela maioria da população da minha terra - 
Se engolem as conversas de que Luis Fernando tem poucas chances, provam que não entendem de politica e eleições... 


luis-fernando-silva
Luis Fernando Silva: preparado e competitivo
Do blog de Roberto Kenard
Qualquer pipoqueiro de esquina sabe que a esquerda é craque em espalhar boatos para encurralar adversários.
O PT se mantém vivo no poder com mentiras sobre o PSDB. E o PSDB não retornará ao poder enquanto ficar tentando explicar o que nunca fez.
Digo mais: o PT está longe, mas muito longe mesmo, de ser invencível. O problema é que o maior partido de oposição decidiu disputar eleitores do PT, enquanto há milhões de eleitores se sentido órfãos.
Bom, fiz esse preâmbulo para discutir a disputa pelo governo no Maranhão. Então, vamos lá.
Em 2010, após perder a eleição no primeiro turno para Roseana Sarney (PMDB), o grupo de Flávio Dino (PCdoB) tratou de publicar pesquisas em que Dino aparecia com mais de 60% das intenções de voto, ou seja, não só venceria a eleição no primeiro turno como era imbatível.
Até onde a vista alcança, só este blog tratou de dizer que Flávio Dino era favorito contra a própria sombra. Afinal, quais candidatos estavam postos em 2010 para disputar a eleição de 2014? Simplesmente, nenhum.
Quem publica pesquisa de intenções de voto a quatros anos da eleição? Não existe um mísero caso registrado.
Só, meus caros, que isso fazia parte de uma estratégia, a de tentar pôr na cabeça dos eleitores incautos que a eleição de 2014 já estava no papo a quatro anos da disputa real!
Logo depois Flávio Dino e seu grupo trataram de publicar pesquisas em que Lobão era o grande perigo para o comunista. Luís Fernando? Bem, esse sequer deveria ser levado em conta.
Acontece que ninguém fez a pergunta fundamental: desde quando um candidato divulga uma pesquisa na qual mostra ao adversário quem deveria ser o seu (do adversário) candidato?
lf
O secretário em ação: obras por todo o Maranhão

Não sei se o leitor já viu isso. Eu, com bons quilômetros de política rodados, jamais ouvi falar.
Tratava-se – é tão óbvio – de outra estratégia: desconstruir o melhor candidato do campo adversário (no caso, Luís Fernando) e levantar a bola daquele com menores possibilidades (no caso, Lobão. Não, como já escrevi aqui, que Lobão viesse a ser um candidato fraco como eles imaginavam e imaginam).
lf2
O técnico em palestras: pronto para o debate
O jeito PSDB do PMDB maranhense
O certo, meus caros, é que o grupo que se encontra no poder estadual engoliu a pílula oferecida pelos adversários.
Criou-se um frenesi totalmente estúpido. A tal ponto que hoje os governistas acreditam a sério que Luís Fernando só terá uma eleição razoavelmente tranquila se for eleito primeiro pela via indireta.
Que Einstein da política maranhense chegou a essa conclusão? A partir de quê?
Em primeiro lugar (vocês vão me perdoar por proclamar o óbvio), quem se encontra no poder tem a faca e o queijo na mão. E como sempre digo, isso não acontece só no Maranhão. É no Brasil inteiro.
Querem saber de uma verdade? Ei-la: desde 1965, quando o oposicionista Sarney venceu a eleição de governador, a oposição não vence uma eleição para o Governo do Maranhão. Antes que algum tolo puxe o nome de Jackson Lago, esclareço: Jackson Lago venceu a eleição de 2006 como candidato do governo, Roseana Sarney é que estava na oposição.
Assim, a oposição perdeu.
Já escrevi aqui, que pela primeira vez o grupo ligado a Sarney tem um candidato competitivo. E é competitivo por inúmeros motivos. Não me custa citar alguns:
1) já comprovou ser um excelente administrador como prefeito da cidade de São José de Ribamar (não há um oposicionista decente que negue isso);
2) é um candidato que tem currículo e não folha corrida (ninguém o aponta como corrupto);
e 3) vai ter o que mostrar como candidato no horário eleitoral.
http://www.atual7.com/wp-content/uploads/2013/08/sebastiao-madeira-luis-fernando-silva-e1377365647937.jpg
O político em ação: hábil articulador
De onde tiraram, então, essa fragilidade? Só se foi do cofo da desconstrução de adversários da oposição.
O que o governismo já deveria saber é que uma coisa é a classe média de São Luís que se considera politizada e de esquerda. Outra bem diferente é a população que rala todos os dias e não vive de frente para o mar e de costas para o Maranhão real.
Não sou de origem popular, mas convivo tranquilamente com pessoas de origem abaixo da classe média, classe média que se quer defensora dos pobres, desde que seja com bastante distância.
O que essas pessoas dizem? Que Flávio Dino já ganhou? Que Luís Fernando não existe como candidato?
Hoje mesmo, quarta-feira, 26, estive conversando com vários trabalhadores da zona rural de São Luís. Provoquei a questão política sem citar nomes. Nenhum disse gostar ou votar em Flávio Dino. Mas todos citaram Luís Fernando.
Citaram se referindo à administração de Ribamar e ao trabalho que ele está desenvolvendo na Secretaria de Infraestrutura.
Aí está. O governo deveria primeiro saber o que se passa nas classes populares antes de repetir o discurso furado da oposição.
Ah, os blogueiros também.
Para terminar, lembro da eleição de José Reinaldo Tavares (hoje no PSB).
Roseana Sarney queria Jackson Lago (PDT) como candidato do grupo. Acordo que fora fechado em 2000. Como vocês sabem, Jackson se reelegeu naquele ano prefeito de São Luís com o apoio do grupo Sarney. Veio a Lunus (operação até hoje sem explicação pelo menos razoável) e Roseana teve de abandonar a candidatura à Presidência da República.
Mesmo assim, estava mantido o acordo: Jackson Lago seria o candidato a governador.
Lago, com a falta de visão política que o caracterizava, achou que o caso Lunus havia destruído o grupo Sarney no Maranhão. Ele, que até havia proibido outdoors de aliados contra Roseana e dizia que essa conversa de oligarquia era um engano, tratou de voltar a atacar a… oligarquia.
Pois é, perdeu a eleição para José Reinaldo Tavares, que em junho de 2002, ao me encontrar no Arraial do Ipem do Calhau, me mostrou uma pesquisa na qual tinha míseros 2% das intenções de voto.
Como, então, desacreditar do potencial de Luís Fernando???
Convenção Municipal do PSL em Aldeias Altas 

O Partido Social Liberal - PSL de Aldeias Altas realizou na manhã de domingo, 30, sua Convenção Municipal para eleger o diretório e a Comissão Executiva. 

O ato politico foi realizado no prédio da Câmara Municipal e contou com a participação dos filiados do partido e lideranças politicas. 

Além do prefeito Tinoco, como convidado estiveram presente no evento: o vereador de São Luis e presidente regional do PSL, Chico Carvalho; vereadores Cecilia Guimarães, Itamar Soares e Beto Carneiro de Aldeias Altas; professor Arimatéa Silva do PSL Caxias e simpatizantes da sigla partidária. 

A palavra foi franqueada e vários oradores quê fizeram uso do microfone destacaram a importância da sigla do PSL no atual cenário politico maranhense e no município de Aldeias Altas, onde o partido tem representatividade na Câmara Municipal, vereadora Cecilia, e vale destacar que o ex-prefeito José Reis Neto foi eleito em 2004 pela legenda do Partido Social Liberal. 

O presidente regional, Chico Carvalho, teceu comentários críticos aos maus políticos maranhenses que tentam denegrir a imagem do Maranhão. Citou como exemplo a frase: Sou contra o mau político, que faz e quer ver a politica do quando pior melhor.  O vereador ludovicense aclamou o secretário de Industria, Comercio e Turismo, Ednaldo Melo, como o novo presidente do PSL de Aldeias Altas. Carvalho ressaltou ainda que Melo tem todos os poderes dentro da agremiação partidária municipal para resolver quaisquer pendências como: filiações; desfiliações e lançamento de candidaturas. - Qualquer decisão tomada por Ednaldo dentro do PSL de Aldeias Altas, eu assino embaixo - concluiu Chico Carvalho.

A vereadora Cecilia Guimarães foi designada líder do partido na Câmara Municipal. A parlamentar está no exercício do primeiro mandato legislativo, ela substitui o ex-vereador, Beto Veríssimo, esposo e integrante da sigla do PSL aldeias-altense.

Reconduzido ao cargo de presidente do Diretório Municipal pela Executiva estadual do PSL, Ednaldo Melo agradeceu e ressaltou que a prioridade principal, além da consolidação, é fortalecer a sigla fazendo novas filiações, visando o pleito eleitoral de outubro próximo e as eleições municipais de 2016. 

Confira as fotos da Convenção













domingo, 30 de março de 2014

Vascão elimina o Flu e pega o Fla na decisão do Campeonato Carioca 
O Vasco é o segundo finalista do Campeonato Carioca. O Cruz-Maltino fez o que precisava neste domingo: venceu o Fluminense, que jogava pelo empate, por 1 a 0, para 15.925 pagantes (19.586 presentes) pagantes no Maracanã. Edmílson fez o gol. O resultado deste domingo garantiu a equipe de Adilson Batista na decisão do Campeonato Carioca contra o Flamengo. Agora será preciso superar o trauma dos últimos anos, com quatro decisões de estadual perdidas (1999, 2000, 2001 e 2004) e uma pela Copa do Brasil (2006) contra os rubro-negros. Ainda, o Vasco precisa encerrar o jejum sem títulos estaduais. O último foi em 2003.

Há mais de dois anos os cruz-maltinos não perdem para os tricolores - cinco vitórias e três empates neste período. Nos últimos 20, números impressionantes: 33 triunfos vascaínos, contra 13 do Flu - 32 empates.


A decisão do Carioca se dará em dois jogos, nos próximos domingos. O Flamengo tem a vantagem de poder empatar duas vezes para ficar com a taça. Após a semifinal, Edmilson, autor do gol vascaíno e artilheiro isolado do Carioca, com 11, festejou o resultado e dividiu os méritos com os companheiros.
- Vitória do grupo, não fiz sozinho. Todos foram bem. A torcida acredita na gente por tudo o que aconteceu no passado. Tem que descansar, não tem nada decidido. Falta pouco. O mais importante é que é uma decisão, estamos nela e tudo pode acontecer - destacou o atacante.
No lado tricolor, o atacante Rafael Sobis reclamou do que considerou cera dos atletas do Vasco no segundo tempo, quando estavam em vantagem.
- Pegamos um time bem postado, que sabe o que quer. Mas o juiz só dar três minutos de acréscimo, com o Vasco fazendo cera o tempo todo... Ele minou o jogo - lamentou.
Antes de se preocupar com os rubro-negros, o Vasco pega na quinta-feira o Resende, pela Copa do Brasil, na Arena Amazônia, jogo de ida da primeira fase. O Fluminense volta a campo em 10 de abril, em jogo de volta da Copa do Brasil, contra o Horizonte, no Rio.
edmilson fluminense x vasco (Foto: Marcos Arcoverde/Agência Estadp)Edmilson comemora gol do Vasco contra o Flu (Foto: Marcos Arcoverde/Agência Estadp)
Posse de bola ou chutão?
Renato Gaúcho tinha duas possibilidades para o lugar do suspenso Jean: o volante Rafinha e o meia Wagner. Justificou a escolha pelo primeiro por uma questão de marcação, já que Fred, Walter e Conca ficariam mais liberados para armar jogadas ofensivas. Adilson Batista optou pela mesma base da primeira partida, trocou apenas Marlon por Diego Renan na lateral esquerda.
O jogo é que parecia previsível em termo de postura. O Fluminense foi mais cauteloso. O empate lhe bastava. Mas chamou a atenção a pouca criatividade. Era chutão atrás de chutão. E tome bola levantada - 11 ao todo -, a maioria em faltas cometidas pelo adversário. Ao Vasco interessava atacar. Com a bola no chão. Um pouco com Everton Costa pela direita, com Diego Renan arriscando de fora da área, e Edmilson buscando a bola ideal para finalizar - teve duas chances.
A posse de bola traduzia um pouco do clássico: 64% para os cruz-maltinos e 36% para os tricolores. Walter poderia ter mostrado que eram apenas números quando escorou bem um cruzamento e parou nos pés de Martín Silva - Fred ainda teve um gol bem anulado pela arbitragem. Edmilson provou que a posse de bola em algum momento funcionaria. Aos 44 minutos do segundo tempo, a mesma arma de levantar bola na área que o Flu usava, virou de lado. Rodrigo tocou após cobrança de falta de Douglas e Edmilson, livre, conseguiu a chance que precisava e escorou de cabeça: 1 a 0.

Time segura resultado

Fred Fluminense Vasco (Foto: Nelson Perez / Fluminense FC)Fred tenta levar o Flu ao ataque: artilheiro não consegue evitar revés (Foto: Nelson Perez / Fluminense FC)
O resultado parcial tornou previsível o que mudaria no Fluminense na volta para o segundo tempo. Wagner, que disputou antes do jogo com Rafinha a preferência, entrou. Mas no lugar de Diguinho, que sentiu dores. Pouca variação na posse de bola, porém, ainda com vantagem cruz-maltina: 60% a 40%. Não raro eram os chutes de fora do Vasco, e, em um de Douglas, Cavalieri se esticou todo para defender.
A torcida tricolor só se animou um pouco quando viu que Rafael Sobis entraria. Saiu Walter. Depois veio Biro Biro na vaga de Rafinha. Renato abriu o time de vez. Adilson reagiu rapidamente. Saiu o atacante Reginaldo para entrar o volante Fellipe Bastos. Depois seis por meia dúzia tratando-se de posicionamento: Diego Renan por Marlon.

Começou a pegar fogo então. O Flu foi com o que tinha para frente. O Vasco aproveitava para pegar contra-ataques, tirando proveito de falhas defensivas do adversário. E os tricolores tiveram até Diego Cavalieri na área, em um dos últimos lances da partida, em cobrança de falta de Conca na área. Não teve jeito. A torcida vascaína cantou: é o destino.




INCRÍVEL! Em São Luis homem vai parar no hospital após engolir 195 pregos


pregos2Um caso inusitado foi registrado ontem (29) no Hospital Municipal Djalma Marques, o Socorrão I, em São Luís.
Um homem precisou fazer uma cirurgia para a retirada de nada menos que 195 pregos que ele havia engolido.
pregosIsso mesmo: 195!
Segundo apurou o blog, o homem foi diagnosticado com problemas mentais, e chegou ao hospital levado por familiares.
A cirurgia foi bem sucedida


blog do Gilberto Leda 
Aliados jogam a toalha. Roseana Sarney não sairá mesmo do governo... 

roseana
Roseana ontem, na Raposa: começando a despedida do governo
A governadora Roseana Sarney nunca desejou disputar eleição após o término deste seu atual mandato.
E ela afirmou isso já na posse, em janeiro de 2011.
E este blog sempre manteve a convicção de que ela não iria disputar nenhum cargo em 2014, embora contestado até por membros da própria família da governadora.
Os líderes do grupo Sarney apostavam neste fim de semana como o dia da decisão de Roseana por uma candidatura.
Mas ela reafirmou que fica no governo até o final.
Roseana quer entregar todas as obras do seu governo e trabalhar também pela eleição do candidato do PMDB, Luis Fernando Silva.
E acredita poder elegê-lo, juntamente com um candidato a senador indicado pelo grupo.
Após a entrega de todas as obras – e são muitas, em todas as áreas – a governadora irá curtir uma aposentadoria política.
Afinal, são quatro mandatos de governadora, um de senadora e um de deputada federal.
Ela quer se dedicar agora ao marido, filhos e netos – e, quem sabe, após alguns anos, repensar esta aposentadoria.
Afinal, 2016 está logo ali.
Mas esta é uma outra história…
blog do Marco Deça 
PSL de Aldeias Altas realiza hoje convenção municipal para escolha dos novos membros do Diretório Municipal 


O Partido Social Liberal (PSL), de Aldeias Altas realiza neste domingo convenção municipal da legenda, para escolha dos novos dirigentes partidários no município.
De acordo com edital, a convenção será a partir das 09 horas na Câmara de vereadores da cidade.
Durante o evento serão escolhidos os membros do diretório municipal, delegado e suplente para participar da convenção estadual, além do conselho de ética e disciplina do partido.
O atual presidente, Ednaldo Augusto de Melo, deverá ser reconduzido ao cargo.
Conforme a nota, o partido ainda escolherá a comissão executiva, membros do conselho fiscal, presidente e secretário, além dos respectivos suplentes.
Em Aldeias Altas tem um representante na câmara municipal, a vereadora Cecília Guimarães, ressaltando que o ex - prefeito José Reis foi eleito pela sigla do partido em 2004. 
Para o pleito deste ano cogita-se que o presidente da sigla no município, Ednaldo Melo  dispute uma vaga de deputado federal.




Chuvas podem voltar ao normal só em 2016

T
L
A origem da crise energética provocada pela estiagem no Sul e no Sudeste no início do ano pode estar do outro lado do mundo. Segundo meteorologistas ouvidos pela Agência Brasil, o país está sendo afetado por um ciclo natural de resfriamento do Oceano Pacífico, que se reflete em alterações climáticas em grande parte do planeta. Para o Brasil, o fenômeno indica a possibilidade de as chuvas no centro-sul do país só voltaram ao normal no verão de 2016.
Chamado de oscilação interdecadal do Pacífico ou oscilação decadal do Pacífico (PDO, na sigla em inglês), o processo caracteriza-se pela sucessão entre fases quentes e frias na área tropical do Oceano Pacífico. Os ciclos duram de 20 a 30 anos e são mais amplos que os fenômenos El Niño e La Niña, que se alternam de dois a sete anos. Em 1999, o oceano entrou numa fase fria, que deve durar até 2025 e se reflete em El Niños brandos e La Niñas mais intensos.
Atualmente, o Pacífico está no auge do ciclo de resfriamento, o que, segundo os especialistas, historicamente provoca quatro anos seguidos de verões com chuvas abaixo do normal na região Centro-Sul do Brasil. “Desde 2012, tem chovido abaixo da média no Sul, no Sudeste e em parte do Centro-Oeste durante o verão. A princípio, o que está sendo desenhado é as chuvas só voltarem à média em 2016”, diz o meteorologista Alexandre Nascimento, especialista em análises climáticas da Climatempo.
A partir do segundo semestre, os modelos climáticos apontam a chegada de um novo El Niño, com chuvas no Sul e seca no Nordeste. No entanto, por causa do resfriamento do Oceano Pacífico, o El Niño deverá ser mais fraco que o normal e insuficiente para recompor os reservatórios. “O próximo verão deverá ter mais chuva que o anterior, mas as chuvas tendem a continuar irregulares no Sul e no Sudeste”, adverte Nascimento.
O El Niño é o aquecimento do Oceano Pacífico na região equatorial. Pesquisadora do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), Mary Kayano estudou a relação entre esse fenômeno e a oscilação decadal do Pacífico e constatou um padrão. “Em fases frias da PDO, os El Niños são mais brandos. Tanto que o último El Niño forte ocorreu em 1997, quando o Oceano Pacífico estava numa fase quente”, diz. Ela, no entanto, evita fazer prognósticos sobre o próximo verão. Segundo a pesquisadora, o Inpe emite previsões somente para os próximos três meses.
O comportamento histórico, no entanto, indica que o resfriamento do Pacífico está afetando o Brasil. Segundo o diretor-geral da MetSul Meteorologia, Eugenio Hackbart, o Brasil enfrentou uma sequência de verões com estiagem entre o fim dos anos 1950 e o início da década de 1960, quando o Pacífico atravessava um pico de temperaturas baixas. “Os padrões de circulação atmosférica hoje estão semelhantes aos daquela época”, compara.
Além das chuvas irregulares durante o verão, o resfriamento do Oceano Pacífico traz efeitos distintos conforme as regiões do país, com invernos mais rigorosos no Sul e no Sudeste. “Ano passado, chegou a nevar perto de Florianópolis”, lembra Hackbart. O fenômeno provoca ainda cheias acima da média no Amazonas e no Pará. No entanto, esclarece o diretor da MetSul, não está relacionado à cheia do Rio Madeira, decorrente de chuvas atípicas na Bolívia.
Apesar das chuvas acima da média na maior parte do país em março, Nascimento, da Climatempo, considera que os reservatórios não devem voltar a subir com rapidez por causa do tipo de chuva que tem atingido a região e da chegada da estação seca ao Centro-Sul nos próximos meses. “A verdade é que os reservatórios só enchem com chuvas generalizadas, que duram vários dias e são constantes. Até agora, temos registrado pancadas, que podem ser fortes, mas são eventos isolados”, explica.
Mesmo com a possibilidade de mais um verão com chuvas abaixo da média, os meteorologistas recomendam cuidado com os prognósticos. “A maioria dos estudos sobre os ciclos no Oceano Pacífico é recente. A gente precisa de séries históricas mais longas para compreender a extensão do fenômeno”, diz a pesquisadora do Inpe. Hackbart levanta dúvidas sobre a intensidade do próximo El Niño. “Alguns modelos e especialistas dizem que o próximo El Niño tem chances de ser forte. Nesse caso, as chuvas podem ser mais intensas e ajudar os reservatórios”, pondera
Agência Brasil

sábado, 29 de março de 2014

Inaugurado hospital em Afonso Cunha 

roseanaericardo
A governadora Roseana Sarney e o secretário de Estado da Saúde, Ricardo Murad, entregaram na tarde de sexta-feira (28), mais um hospital de 20 leitos na Região dos Cocais, beneficiando desta vez o município de Afonso Cunha, a 370 quilômetros de São Luís. A unidade integra as ações do Programa Saúde é Vida.
“Este é um momento muito importante para todos nós, não só para vocês. Eu tenho a sensação de dever cumprido ao entregar este hospital, por que sei que todos vão se sentir mais seguros com um atendimento médico de qualidade”, destacou a governadora Roseana.
Na presença do prefeito José Leane Borges, a governadora detalhou à população o investimento do Governo do Estado no valor de R$ 3,365 milhões com obras civis e compra de equipamentos para a unidade. Além da construção do hospital, o governo do estado firmou convênio com a prefeitura que garante o repasse mensal de R$ 100 mil para garantir atendimento 24 horas em Afonso Cunha.
Roseana Sarney fez um apelo à equipe do hospital para que faça um atendimento de qualidade, com total atenção aos pacientes. “Ser atendido com educação, com um sorriso é maravilhoso. Então vamos dar aos nossos pacientes o melhor tratamento possível”.
afonsocunha
Presentes à solenidade, os secretários Hildo Rocha (Cidades); Ricardo Archer (Articulação Política); e José Ribamar Vieira (Gabinete Militar); prefeito José Leane; deputados federais Gastão Vieira e Sétimo Waquim; deputados estaduais Fábio Braga e Magno Bacelar; além de vereadores, lideranças políticas e comunitárias.
Com o Hospital de Afonso Cunha, sobe para 31 o número de unidades de 20 leitos já inauguradas, que se somam aos sete hospitais gerais de 50 leitos e 10 Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) construídos pelo Programa Saúde é Vida e que estão atendendo aos usuários do Sistema Único de Saúde em todo o Maranhão.
“Esse é um momento de alegria, porque nós sabemos o quanto Afonso Cunha precisava deste hospital que é o primeiro do município e que só contava com posto médico”, destacou o secretário de Estado da Saúde, Ricardo Murad.
O secretário falou do incentivo dado pelo governo estadual aos municípios com o repasse de 100 mil reais para garantir o funcionamento do hospital. “O Governo do Estado está investindo na saúde dos maranhenses com a construção dos hospitais e ainda está repassando recursos para que esses hospitais não deixem de atender o nosso povo. Temos que lembrar que esta unidade é ligada a uma rede de hospitais de média e alta complexidade que atuam juntos para atender os maranhenses”, finalizou.
Tópicos 


O vereador Fábio Gentil acompanhou de perto, na sexta-feira, 28,  a inauguração da rodovia MA 127 que interliga os municípios de Caxias e São João do Sóter. A conclusão e entrega da estrada pavimentada põe fim no sofrimento de um povo que já durava anos. O parlamentar aproveitou a ocasião para rever em solo sotense, amigos e correligionários políticos. Em São João do Sóter, o ex-deputado estadual, José Gentil, genitor do vereador, tem uma extensa folha de serviços prestados para aquela comunidade quando ainda se chamava São João dos Poleiros, isso significa que Fábio Gentil tem respaldo positivo com a população de São João do Sóter.   


O empresário e ex-vereador Manoel Augusto de Moura, o Nezinho, recepcionou, as margens da BR-316, o secretário de Infraestrutura, Luis Fernando, momentos antes do inicio da carreata para a cidade São João do Sóter. Na oportunidade, o ex-parlamentar, que já foi presidente do Legislativo municipal caxiense, conversou rapidamente com o pré candidato a governador do Estado. Nezinho Moura estava acompanhado dos sobrinhos: Luis Carlos e Julio Cesar Moura. Logo que avistou o empresário no meio da multidão, Luis Fernando o chamou e lhe deu um caloroso abraço. 

Aldeias Altas
O prefeito Tinoco, o vice Gênio, e suas respectivas esposas, Socorro Tinoco e Antônia Ximenes, compareceram na solenidade de inauguração da MA - 127. O prefeito, além de prestigiar o ato inaugural da estrada, manteve contato com a governadora Roseana Sarney e com alguns secretários estaduais que acompanhavam a chefe do Executivo estadual. Tinoco liderou a caravana  aldeias-altense, composta de auxiliares e vereadores,  até a cidade de São João do Sóter. 

Mais gente
De Aldeias Altas havia mais gente na inauguração da MA-127. Os exs-prefeitos: Zé Reis; Chicão e Antonio Torres. O primeiro citado estava acompanhado da esposa: Rita Reis e do filho Reizinho. Ressaltando que o ex-gestor, Zé Reis, através de sua empresa, foi um dos responsáveis pela construção da gigantesca obra, entregue para a população na sexta-feira, 28. 

Luis Lacerda
O vereador Luis Lacerda esteve presente em São João do Sóter, prestigiando o evento da governadora Roseana Sarney. Mas, acalmem-se, a irmã do edil governista é uma das principais auxiliares da prefeita Luiza Rocha, não vamos confundir, a presença dele no município vizinho, nada tem a ver, Lacerda continua seguindo o grupo politico do ex-prefeito Humberto Coutinho e deve apoiar mesmo para governador do Estado, a candidatura do comunista, Flávio Dino. 

Não foi visto
O blog pode estar equivocado ao relatar aqui, mas não foi visto nenhum representante oficial da Prefeitura de Caxias no ato de inauguração da MA-127, nem nas margens da BR - 316 e muito menos na cidade de São João do Sóter. Na opinião de alguns políticos, é uma completa falta de amadurecimento politico, pois a obra concluída, traz benefícios para as populações dos dois municípios diretamente envolvidos no problema que se arrastou há anos. Se por acaso havia alguém representando o prefeito Léo Coutinho na solenidade, favor desconsiderar estas linhas...


Foi visto
Caxias foi representada sim, mas de forma negativa em solo sotense, por um grupo de arruaceiros que tentaram estragar a bonita festa de inauguração da estrada promovida pela Prefeitura local e o Governo do Estado. A turma do contra, que são os inimigos de Caxias e também do Maranhão, enviou pessoas para o evento com a unica e exclusividade missão: tumultuar. De prontidão, em frente ao palanque, elas exibiam faixas com frases ofendendo a governadora Roseana e o secretário de Infraestrutura, Luis Fernando.Quem atendeu a convocação feita por  um funcionário da Prefeitura de Caxias para participar da baderna, talvez não atenda mais outra para realizar arruaça em terra alheia. Quando os seguranças da prefeita Luiza Rocha se aproximaram e começaram à agir,  foi um verdadeiro pernas pra quê ti quero e saíram todos em disparada, procurando o rumo da MA 127 para retornarem à Caxias.